Dev
Análise de Campeão: Smolder

ADC: Aquele Dragãozinho Cuti-cuti.

DevAutorSMALL BABY PANDA
  • Copiado para a área de transferência

A rota inferior é lugar pra quem joga sério. Perdeu uma "catapa"? Direto pra cadeia. Esqueceu de trocar para o Amuleto azul? Direto pra cadeia. Morreu? Prisão perpétua.

E muitos Campeões na função de ADC se levam muito a sério. Ashe, Aphelios, Jhin, Varus... só as almas da festa. Depois de analisar profundamente a lista de Atiradores, a Equipe de Campeões decidiu que já era hora de um pouquinho de charme e fofura(embora muitos de nós sejamos devotos fieis da fofura do Kog'Maw, outros são hereges).

Então é isso: chegou o momento de apresentar Smolder, o Filhote Flamejante. Além de fofinho, ele também é um dragão bem poderoso — foi a mãe dele que falou! Só tome cuidado... ou você pode se queimar.

Apenas um garotinho bobo

Embora criar um atirador amorzinho fosse um grande objetivo da equipe, também queríamos adicionar um carry que fosse simplesmente legal de jogar.

"A gente queria trazer um atirador simples de jogar, já que todos os que lançamos recentemente são muito complexos do ponto de vista mecânico, como Zeri, Samira, Aphelios e Nilah... que é tipo uma atiradora corpo a corpo. Achamos que era hora de apresentar um Campeão que fosse um pouco mais fácil de jogar, um pouco mais tradicional para a função. Você não precisa ser o Ruler pra jogar com ele, sabe?", conta o produtor Rob "Riot KingCobra" Rosa.

A ideia de uma criatura fofinha parecia se encaixar muito bem nesses objetivos de mecânica de jogo. Mas que tipo de criatura fofinha? Depois de explorar várias possibilidades, a equipe decidiu escolher um dragão, já que ele tem uma propensão natural para se tornar um atirador por causa do alcance.

Mas, falando de dragões, temos uma variedade infinita de fofura. O artista conceitual Oussama "Riot Whiteleyth" Agazzoum explorou bastante e testou versões absolutamente adoráveis até descobrir que tipo de fofura Smolder deveria ser.

01CuteConcepts.jpg

"Busquei sentimentos e personalidades diferentes que pudessem se encaixar nos limites da fofura, desde o típico garotinho inocente de olhos arregalados, passando por algo mais belo, até uma coisa mais arrogante ou rabugenta, mas que ainda desse vontade de apertar. Esse último aspecto agradou muitos dos membros da equipe, mas não queríamos que Smolder parecesse malcriado ou desagradável. Tentamos encontrar o equilíbrio ideal e nos concentramos no fato de ele ser orgulhoso, e não pretensioso", explica Riot Whiteleyth.

"Outra versão que chamou a atenção das pessoas parecia muito principesca e sofisticada, com um adereço de cabeça interessante que acabou virando os chifres ardentes do Smolder no design final."

02SmugConcept.jpg

Smolder é meio confiante demais, mas não de uma forma irritante. Ele também é muito brincalhão, uma característica que a equipe de Campeões aproveitou para garantir que a personalidade de Smolder fosse suficientemente diferente da de outros Campeões jovens, como Nunu e Milio.

Embora Smolder seja o único dragão jovem do LoL, ele está em boa companhia com outros dragões Campeões, como Shyvana e Aurelion Sol (ou, como Smolder o chama, Seu Aurélio Sol). Apesar disso, o novo Campeão não tem nenhuma conexão direta com elesnem com os Dragões Elementais (porque, né, seria bem estranho um dragão jovenzinho ficar matando versões adultas dele mesmo).

A equipe buscou uma parte mais misteriosa de Runeterra ao pensar na origem do Smolder: Camavor. Para a sorte da equipe de Campeões, Legends of Runeterra já tinha algumas inspirações na manga.

03Camavoran_Dragon.jpg
Arte da carta do Dragão Camavorano em Legends of Runeterra. Menção a LoR.

"O Dragão Camavorano, que alguns jogadores conhecem de Legends of Runeterra, foi corrompido pela Névoa Negra. Com isso, tentamos imaginar uma versão de antes da Ruína", explica Riot Whiteleyth.
Os dragões imperiais de Camavor são criaturas extremamente poderosas que tinham fortes laços com a família real antes da Ruína. Considerada perdida para sempre, agora sabemos que sua linhagem continua viva com Smolder... e ele está bem feliz por isso (embora não entenda a gravidade do que isso significa).

"Aqui tá ele, o prêmio mais esplêndido de Camaroar! Euzinho!"

Antes de descobrir sua herança de dragão imperial, Smolder foi separado da mãe depois de ter sido roubado por mestres de feras noxianos. O navio deles foi destruído antes que pudessem receber a recompensa, mas o filhote de dragão perdeu-se no mar.

Depois que as ondas o levaram para uma ilha, Smolder ficou sob os cuidados de um amigo improvável que lhe ensinou alguns maneirismos, digamos... nem um pouco dracônicos.

04Expressions.jpg

"Grande parte da personalidade de Smolder vem da amizade entre ele e um garotinho chamado Marinos, quem o dragão acabou encontrando depois de ter se perdido da mãe. Marinos o ensinou a falar e a brincar, como se Smolder fosse seu animal de estimação secreto", explica a escritora de narrativas sênior Kristina "Riot Goblin" Atanasoski.

Com isso, Smolder anda, fala e brinca como um humano, estendendo suas asas nas costas como uma capa digna da realeza. Também é daí que vem o nome Smolder, pois qual dragão imperial chamaria seu herdeiro de Smolder? Agora, Ignacarious Gigantareno Rex Le Spes Offerentis? Esse soa mais pomposo.

Com o passar dos anos, Marinos virou adulto, enquanto Smolder envelheceu mais lentamente, tornando-se um jovem dragão. Como Marinos tinha que se preocupar com a própria família, ficava menos tempo para brincar com Smolder, que passava o tempo sozinho descobrindo pequenas partes de seu poder de dragão. Depois de um espirro que deu ruim, uma floresta inteira pegou fogo, chamando a atenção da mãe de Smolder, que procurava um sinal do filho há décadas. Mas falaremos mais dela depois...

05Dragon_Prince.jpg

Apesar das origens camavoranas de Smolder, ele ainda tem algumas coisas em comum com Shyvana e Aurelion Sol — afinal, todos eles são dragões. 

"Seria meio que um crime fazer um dragão que não cuspisse fogo e não voasse", diz o designer de jogos Glenn "Riot TwinEnso" Anderson. "Fizemos isso com o Aurelion no começo... e não deu certo. Fizemos isso com a Shyvana... e ela virou a AVM mais pedida pela galera. Dragões voam e cospem fogo, e todo dragão que a gente fizer tem que ter isso."

Mas tem um aspecto que diferencia a mecânica do Smolder da de seus outros companheiros dragões. Enquanto Shyvana e Aurelion Sol são dragões formidáveis desde o momento em que a narração dá as boas-vindas a Summoner's Rift, Smolder demora um tempinho para se aquecer. 

Como se tornar um dragão

"Smolder começa a partida como um mero dragãozinho bebê", diz o designer de jogo Jacob "Riot Llama" Crouch. "Ele dá umas cuspidinhas de fogoporque ainda está aprendendo como se tornar um dragão. É aquilo: enquanto eu continuar atirando, aprendendo e descobrindo como voar, vou ficar cada vez melhor."

06Evolution.jpg

A extensão total do poder de dragão imperial de Smolder está no desempenho consistente durante toda a partida. A Passiva de Smolder concede acúmulos de "Treinamento Dracônico" quando ele atinge Campeões com Habilidades e mata inimigos com o Q, Super-Hálito Flamejante. No começo da partida ele será beeem fraco, então garanta alguns abates e fique de olho na movimentação, senão vai ser difícil alcançar todo o potencial.

"Tudo que o Aurelion Sol faz parece fácil. É tipo: 'Peraí que vou arrancar a Lua do céu e jogar na sua cabeça'", ri Riot TwinEnso. "E o Smolder vai mais na linha: 'Vou voar dois metros e isso vai exigir 100% do meu corpo e da minha mente'."

A jornada de crescimento e aprendizado de Smolder é contada não apenas em seu design, mas em todas as áreas. É claro que a força crescente dele aparece na mecânica de jogo, com as habilidades ficando mais fortes e confiantes com o passar do tempo, mas a trajetória de crescimento também é visível nos efeitos sonoros e visuais, assim como na dublagem ao longo da partida.

07Fire.jpg

Por exemplo, quando Smolder ganha mais acúmulos, seu Q evolui para causar dano em área e se divide para lançar mais bolas de fogo.

"Esses aprimoramentos não rolam só na mecânica, mas no áudio também", explica o designer de som Daniel "Riot KDan" Kim. "Ele soa maior e mais poderoso à medida que você alcança novos patamares. Ao jogar de Smolder, você sentirá que está ficando mais forte."

Garantir que essas peças estejam funcionando juntas de forma coesa é vital para dar vida à história, à personalidade e à temática de um Campeão.

Vou chamar a mamãe!!!

Uma das habilidades mais emblemáticas de Smolder é, sem dúvida, a ultimate (apropriadamente chamada de "MANHÊÊÊ!"), em que ele chama a mãe para ajudá-lo a fazer chover fogo dracônico sobre os inimigos. O tempo longe do seu bebê fez com que ela levasse toda essa coisa de maternidade bem a sério. A sério mesmo.

08Ultimate.gif

Embora a mãe de Smolder não chegue a aparecer no Rift, você verá a sombra dela voando pelo mapa. Você também ouvirá seus rugidos assustadores, cuidadosamente projetados por Riot KDan para incluir ruídos de animais, incluindo tigres, falcões, búfalos, crocodilos, cães, cobras e, às vezes, até mesmo suricates.

E ela não é o único dragão que teve animais de verdade utilizados em seu design de som. Os ataques básicos e o E do Smolder incorporam o cachorro do Riot KingCobra, Hagen, e o espirro do W e os emotes trazem o cachorro da família da esposa do Riot KDan, Simba.

Simba trabalhando.

As gravações do Simba foram usadas como elementos sonoros para os emotes do Smolder.

Mas trazer a mãe de Smolder para o jogo levou a uma pergunta importante: será que vai parecer que o Smolder está sendo ofuscado pela própria mãe?

"Um dos maiores desafios que enfrentamos criando a ultimate foi fazer com que parecesse que era você quem estava atacando e que tinha o poder", diz Riot KingCobra. "Dedicamos muito tempo à animação, ao som e ao momento certo para causar impacto e, o que é mais importante, para que o jogador se sinta ligado a todo o poder envolvido. As pessoas trabalharam muito para que esse momento fosse tão incrível quanto é agora."

"A gente sabia que precisava garantir que ele não fosse prejudicado e que se sentisse em casa lá", acrescenta Riot Goblin. "Não deveria ser só a mãe dele. Por isso, tentamos garantir que ele soasse confiante o bastante, mas ainda com um toque infantil e sem parecer desagradável e arrogante. Passamos por um processo bem divertido até alcançar o equilíbrio."

Depois de algumas tentativas, precisamos equilibrar as coisas na direção oposta: parecia que a habilidade era o poder do Smolder e os testers questionaram por que a mãe dele precisava estar lá.

"Eu recebia comentários a respeito da mecânica que diziam que a mãe dele parecia perdida ali", diz Riot Llama, relembrando os testes de jogo realizados no processo de desenvolvimento. "A galera pensava: 'Beleza, o Smolder tá soltando um monte de fogo, mas cadê a mãe dele? É ele que tá fazendo tudo'. Então eu adicionei uma mecânica nas partes finais do processo em que a mãe do Smolder o cura, soprando fogo sobre ele. Tem até efeitos visuais de coraçõezinhos para mostrar que ela está ajudando ele."

Após décadas de procura, agora, a mãe de Smolder não o perde de vista. Ela está ensinando a ele como dominar seu poder, enquanto compartilha histórias e artefatos dos dragões imperiais que vieram muito antes deles. Esse é só o começo para o Smolder.

"Será que ele vai se tornar uma ameaça e destruir o mundo? Quem sabe", ri Riot Goblin. "Será que ele vai ser um aliado das pessoas? O mundo é dele, e vai acabar em fogo."

11laugh.gif




  • Copiado para a área de transferência

Artigos relacionados
Artigos relacionados