Dev
ORIGEM: Sylas

Complicando Demacia.

DevAutorSMALL BABY PANDA
  • Copiado para a área de transferência

Sylas de Dregbourne, o ladrão de ults duelista favorito de todos, é mal-humorado e revoltado — o resultado de quase uma vida toda preso. Ele é revolucionário, ressentido, forte e um pouco arrogante. Mas ele não começou desse jeito.

Quando o artista conceitual Snuny "Kindlejack" Pinatdat se juntou à equipe de Campeões, ele começou a trabalhar em um mago da rota superior — um arquétipo da mecânica de jogo do qual não muitos Campeões no elenco fazem parte, e que poderia trazer um influxo de jogadores para a rota mais condenada.

"A ideia original era uma Campeã feminina e jovem, que fosse fofa, alegre e divertida", explica ele.

"E, então, fizemos o Sylas."

Peguei sua habilidade!

Enquanto Krinklejank explorava conceitos para a Campeã fofa, alegre e divertida, o designer de jogo sênior Blake "Squad5" Smith começou a trabalhar no kit. Ele começou mexendo com algo que ele queria fazer há anos: uma habilidade de roubo de habilidades.

Mas havia um pequeno enorme problema: o LoL não era codificado para esse tipo de habilidade.

"Eu não achava que isso fosse tecnicamente possível, porque eu tinha perguntado a alguns engenheiros antes e eles me disseram 'Não, não faça isso, você é louco'", lembra Squad5. Mas depois de garantir um mero "talvez" de alguns outros engenheiros, ele saiu correndo com o conceito de roubo de habilidades.

"Eu tinha uma versão bem, bem rudimentar da habilidade que viria a se tornar o R do Sylas, e tive que configurá-la de uma maneira muito esfarrapada. Mas imediatamente após o primeiro teste interno, soubemos que a habilidade era incrível."

01_Meme.jpg

Meme para explicar a ultimate do Sylas.

Independentemente de quão divertido fosse jogar com ela, desenvolver a ultimate se tornou o pesadelo de qualquer engenheiro. Para que o roubo de habilidades funcionasse no LoL, a equipe de engenharia teve que fazer uma grande reformulação de todas as habilidades do jogo.

Os detalhes do desafio exigem uma engenharia genial, mas, para simplificar, até aquele ponto, as habilidades no LoL não eram configuradas de uma forma que outro Campeão pudesse acessá-las. As habilidades eram essencialmente atadas a cada Campeão.

Antes do Sylas, o conceito de habilidade — a maneira como uma habilidade funciona do início ao fim — não existia realmente no back-end do LoL. A maioria das habilidades existia nos scripts de um Campeão individual, então, o mecanismo do jogo não entendia cada habilidade por conta própria. Efeitos passivos de habilidades também não eram um conceito independente. Então, para que as habilidades e seus efeitos passivos fossem transferidos para Sylas, a equipe de engenharia precisava desenvolver esses sistemas e implementá-los para todos os Campeões do jogo.

"O mecanismo do jogo precisava colocar cada habilidade em uma cápsula e dizer 'Tudo aqui é o que você precisa, e nada mais, e eu sei por quanto tempo você precisa'", explica o engenheiro de jogos Chris "Griftrix" Laubach.

Foi uma tarefa gigantesca. Essencialmente, todas as habilidades do jogo tiveram que ser refatoradas, o que já era muito por si só, mas também havia a complexidade adicional de metamorfos como Nidalee e Jayce, e o fato de algumas habilidades escalarem o Dano de Ataque enquanto o Sylas usa PdH.

O desafio de engenharia do Sylas criou padrões mais elevados para o mecanismo do LoL a longo prazo e abriu caminho para o Viego e o Livro Supremo de Ultimates.

"Toda vez que vejo os engenheiros que me ajudaram na ultimate do Sylas, peço desculpas e agradeço a eles até hoje", brinca Squad5.

Mas o trabalho da equipe de engenharia valeu muito a pena. Além de se tornar a habilidade mais famosa do Sylas e superar os limites de habilidades no LoL, a ultimate do Sylas também ajudou a equipe a criar o visual e a personalidade do Campeão.

O segredo sombrio de Demacia

A esta altura, o corajoso mago da rota superior ainda era a direção que a equipe estava seguindo, e o plano inicial era usar a habilidade de roubo de habilidades definitivamente. Mas eles rapidamente perceberam que roubar habilidades não é algo que parece muito heroico — para Sylas ou os oponentes dele.

02_SylasUlt.gif

"Quando começamos a fazer testes de jogo, o primeiro feedback que recebemos sobre essa habilidade foi 'Isso parece mau, isso parece muito mau'", disse Squad5. "Havia uma coisa soberba naquilo, do tipo 'Me sinto bem em matar você com algo que é seu porque f*&^-(% você'."

Então, a equipe voltou ao planejamento com o objetivo de criar um personagem mais sombrio.

03_EarlyConceptArt.jpg

A equipe começou a chegar em um conceito de prisioneiro. Anos antes, Anthony "Ant in Oz" Reynolds Lenne lançou a ideia de que Demacia mantinha magos em prisões secretas. O conceito foi revivido para Sylas.

Eles brincavam com ideias como uma feiticeira traiçoeira ou um fervoroso caçador de magos. Um argumento para um personagem fanfarrão no estilo Houdini que poderia dominar qualquer habilidade e escapar de qualquer prisão ganhou certa força, mas começou a parecer um pouco brega.

Foi quando os escritores de narrativa John "JohnODyin" O'Bryan e Rayla "Jellbug" Heide tiveram a ideia de um prisioneiro sem as competências de um artista de fuga — um poderoso mago trancafiado em Demacia por quinze anos.

"Começamos a explorar ideias baseadas em Petricita e em Demacia como um país", diz Kanklejazz. "E se o Sylas fosse algo que Demacia decidiu enterrar?"

04_Demacia.jpg

Petricita é um material branco semelhante a uma pedra que se origina de árvores antigas e fossilizadas. Demacia usa Petricita em sua arquitetura como forma de proteção contra magia. Enquanto a maioria dos demacianos acredita que ela simplesmente inibe a magia, sua principal propriedade é absorver e armazenar magia.

Demacia é conhecida como uma cidade de luz e ordem, lar de Campeões amados como Garen, Jarvan e Lux. Mas o esforço para expulsar a magia de suas fronteiras — por mais bem intencionado que seja — deixou uma revolução fervendo debaixo de toda aquela Petricita. Uma revolução que só precisava de um líder inteligente e carismático para sair do papel.

É aí que entra o Sylas.

Sylas é originário de uma região menor de Demacia, nascido com a habilidade mágica de enxergar feitiçaria oculta e redirecionar os poderes mágicos dos outros. Quando era muito jovem, ele até ajudou os caçadores de magos a erradicarem pessoas mágicas em esconderijo.

05_YoungSylas.jpg

Mas depois de um incidente que deixou dois caçadores de magos e uma jovem mortos, Sylas foi preso e deixado para apodrecer em uma prisão demaciana, acorrentado com algemas de Petricita.

06_ImprisonedSylas.jpg

"Eu imediatamente me joguei na ideia de correntes e algemas como a principal arma e estilo visual dele. Eu gostei bastante que a ultimate era basicamente pegar o poder de seu inimigo e fazê-lo se virar contra ele", explica Kinderjab. "E as correntes são uma espécie de metáfora para isso — pegar os símbolos de sua opressão e usá-los para conquistar sua liberdade."

Mas o azar é de vocês, guardas NPC. As algemas de Petricita apenas tornaram o Sylas mais forte, permitindo que ele armazenasse e controlasse sua magia.

07_Shackles.jpg

"Sem algemas, a magia dele é apenas pulverizada incontrolavelmente como água de um hidrante quebrado", diz JohnODyin. "As algemas deram a ele uma bateria para isso, como uma válvula de controle onde ele poderia armazená-la, usá-la conforme sua vontade e focá-la."

À medida que a arte conceitual começou a tomar forma, Kinojam pensou meticulosamente sobre os detalhes da vida do Sylas. O que ele come na prisão? Por que as calças dele são tão apertadas? Como ele é tão bombado? (Ele é bem alimentado pelos demacianos, mas é megadramático sobre isso; são as mesmas calças que ele usava quando foi preso pela primeira vez; levantamentos compostos com correntes escandalosamente grandes.)

08_FullArt.jpg

O esquema de cores de Sylas é o mesmo do Garen, mas com tonalidade mais fraca, para mostrar que seu amor por Demacia se desvaneceu. E ele ainda é marcado com um símbolo de caçadores de magos demacianos, uma cicatriz que ele carregará por toda a vida.

A personalidade de prisioneiro musculoso do Sylas alimentava sua mecânica de jogo — e vice-versa. À medida que os testes de jogo progrediam, Squad5 percebeu que muitas ultimates roubadas funcionavam melhor se o Sylas pudesse entrar com tudo. Fazer de Sylas um duelista corpo a corpo com alguma mobilidade em vez de um mago tradicional permitiu que ele usasse habilidades como a ult do Amumu sem ser eliminado instantaneamente.

09_SylasGlasses.jpg

O Sylas usou óculos por um tempo durante o desenvolvimento. Os óculos eram para ajudá-lo a ler todos os livros e manuscritos que a Lux trazia para ele. A ideia de dar um lagarto de estimação para ele também foi uma possibilidade durante um tempo.

A história de Sylas se mistura com a de Lux quando ela vai até as masmorras de Demacia. Ela começa a trazer livros e manuscritos para Sylas, um dos quais revela os poderes da Petricita, a chave para que Sylas pudesse finalmente escapar.

10_Manuscript.jpg

E sua fuga desencadeia uma rebelião em Demacia.

O futuro de Demacia e de Sylas

Para a equipe narrativa, a história de um revolucionário dentro de uma sociedade como Demacia se encaixou perfeitamente. A perseguição dos magos do reino criou um barril de pólvora à espera de uma faísca.

"Quando soubemos que tínhamos esse personagem em um lugar em que a magia era proibida, ele meio que escreveu a si próprio", disse JohnODyin. "Quem seria esse cara? Qual é a conclusão lógica de uma pessoa que é oprimida por esse sistema e tem que apodrecer nele? O que ele se tornaria? E o que ele seria para outras pessoas que estão em sua posição? A história está cheia de exemplos, então você não precisa ir muito longe. Para mim, a parte divertida do Sylas é que estamos fazendo uma pergunta sobre Demacia que não tem uma boa resposta."

A fuga do Sylas quebra a versão idealizada e estática de Demacia. O Rei de Demacia, pai de Jarvan IV, é morto após a fuga de Sylas, deixando o reino em um estado de caos. Sylas começa a recrutar seguidores — vários magos exilados — para alimentar sua revolução. Ele então viaja para Freljord na esperança de reunir mais aliados e encontrar magia antiga e poderosa. E sua história continua a se desenrolar.

Embora ele se esforce para derrubar a monarquia demaciana, seu status como vilão é ambíguo, na melhor das hipóteses. Sua existência adiciona uma complexidade muito necessária à Demacia.

"Sem ofensa para quem joga de Garen ou Lux, mas Demacia precisava de algum tipo de conflito", diz JohnODyin. "Não pode ser apenas aquela ideia de cavalheirismo simplista. Não pode existir em um vácuo; tem que haver algo para combater internamente."

E a história dele impulsionou toda a história de Runeterra, explica Squad5.

"É como se na época em que o Sylas foi lançado, tivéssemos começado a ficar um pouco mais à vontade como empresa, como propriedade intelectual, fazendo algumas coisas avançarem e mudarem."

Então, para onde a história de Sylas nos levará a seguir? Será que ele é realmente — como afirma com tanta confiança — a Demacia verdadeira? Temos que esperar para ver.



  • Copiado para a área de transferência

Artigos relacionados
Artigos relacionados