Dev
AVM do Udyr – Recriação do Andarilho Espiritual

O cara com corpinho de pai de família entre os deuses.

DevAutorSMALL BABY PANDA
  • Copiado para a área de transferência

Nos seus mais de 10 anos de lançamento no Summoner's Rift, Udyr se tornou um ícone por si só.

Correr pela selva como um maníaco selvagem? Icônico. Não ter uma ultimate tradicional? Icônico.
Flash, urso, tapa? Icônico.

Mas, conforme a geração Z de Zeri começou a aparecer pelo Rift, titio Udyr percebeu que precisava se atualizar. Seu kit e aparência já estavam obsoletos em comparação com o resto do jogo, e isso deu a ele o maior número de votos para uma AVM.

Sabemos que já passou um tempão desde aquela votação, mas esperamos que o novo Andarilho Espiritual tenha valido a espera. Prepare-se para empunhar o poder de Freljord, arrasar nas posturas como se todos estivessem assistindo e, é claro, correr e socar as coisas.

Despertar de Udyr

Quando planejamos uma AVM, o objetivo principal é preservar as partes que as pessoas amam no Campeão, aumentar sua fantasia, e trazer seu kit e aparência para os padrões modernos. No entanto, reformular um Campeão tão antigo quanto o Udyr é bem trabalhoso, especialmente quando temos várias skins envolvidas, sem mencionar a Ultimate.
Como mencionamos no início deste ano, tínhamos alguns objetivos principais para a AVM do Udyr: preservar sua identidade corpo a corpo que muda de postura; atualizar seus visuais para os padrões modernos do LoL; e fazer com que sua representação dentro do jogo se aproximasse mais da sua história atual.

Em relação à mecânica de jogo, são as mudanças de postura que fazem do Udyr um Campeão tão único no elenco do LoL. Então, seu kit continuará sendo o de um colosso impassível abrindo caminho pela selva na base do soco.

08232022_UdyrVGUArticle_01UdyrBase.jpg
Outra aparência, mesma capacidade de te despedaçar.

"A mecânica de jogo do Udyr se destaca, porque ele é muito diferente dos outros Campeões. Ele não tem uma ultimate, ele só tem quatro posturas básicas e só pode usar uma de cada vez", diz o designer de jogos Stash "Riot Stashu" Chelluck.

"As pessoas foram muito claras sobre o que gostavam nele. Muitos dos jogadores de Udyr com quem conversei jogavam com ele por conta de sua combinação única de versatilidade e simplicidade", explicou Riot Stashu. "Mas suas habilidades deixavam um pouco a desejar em termos de execução. Elas não eram tão satisfatórias quanto poderiam ser."

Para aumentar essa satisfação e tornar o Udyr mais versátil, a equipe decidiu criar um kit em que todas as suas posturas fossem úteis, satisfatórias e coesas, mas sem que uma postura se tornasse seu estado padrão.

Antes da AVM, os jogadores de Udyr jogavam com uma itemização que girava em torno de maximizar o Q ou maximizar o R, dependendo do meta(porque, antes desta atualização, o Q e o R eram basicamente habilidades de dano). Agora, ambas as habilidades ainda causam dano, mas o dano do R foi contido e combinado com uma Lentidão para ajudar as duas posturas a coexistirem um pouco melhor.

Uma das novas passivas do Udyr leva essa coesão um passo adiante ao "Despertar" cada uma de suas posturas e torná-las ainda mais poderosas.

"O Q Desperto dobra o potencial de dano do Q e oferece uma opção poderosa de dano explosivo a todas as itemizações em caso de oponentes isolados. O dano base robusto e o multiplicador de PdH garantem que o Q será uma opção de dano explosivo melhor que o R, mesmo em itemizações de PdH ou quando o Q não é priorizado", diz Riot Stashu.

O R Desperto concede a Udyr uma flexibilidade que nenhuma outra postura poderia oferecer: alcance. Isso, combinado a um dano base considerável e poder de Lentidão, garante que mesmo um Udyr de DdA com o Q maximizado poderá se encontrar em situações em que apenas o R Desperto poderá dar a ele e à sua equipe aquilo de que precisam.

Essas foram as mudanças-chave que proporcionaram mais satisfação, versatilidade e poder na mecânica de jogo do Udyr. E com a adição de posturas bem freljordanas, história atualizada e visuais reimaginados, acreditamos que o 'Dyr está finalmente vivendo o ápice do seu potencial.

Reunião de Espíritos

Em vez de reinventar completamente o kit de Udyr, a equipe passou muito tempo conectando profundamente a mecânica de jogo do Udyr com suas raízes selvagens de Freljord, treinamento em artes marciais e identidade de Andarilho Espiritual. Para deixar o kit e o visual do Udyr mais alinhados com a região de onde ele vem, a equipe decidiu reformular suas posturas.

Em vez das posturas de urso, tartaruga, tigre e fênix, o Udyr base agora tem posturas da garra, do manto, da investida e da tormenta. Essas novas posturas estão enraizadas no poder dos semideuses freljordanos: Volibear, o Javali de Ferro, Ornn e Anivia.

08232022_UdyrVGUArticle_02UdyrArms.jpg

"Houve muitas oportunidades de construir conexões realmente satisfatórias e interessantes com o resto do mundo, torná-lo mais legal, e investir o tempo e o amor que ele merece", diz Riot Stashu.

Quando o Udyr assume as posturas, ele não está canalizando os semideuses em si, mas os animais espirituais ao redor. As personalidades únicas de cada animal espiritual também refletem sutilmente em Udyr, como a alegria dos ursos ou a teimosia dos javalis.

08232022_UdyrVGUArticle_03IronMountain.jpg
Javalis freljordanos contra o pano de fundo da Montanha de Ferro, um dos únicos lugares em Freljord que não acumula neve.

Mas há um quinto semideus que despertou um nível inteiramente novo de poder em Udyr. Com sua nova passiva "Espírito Desperto", Udyr agora pode Despertar sua postura ativa periodicamente, aumentando seus efeitos. Despertar a postura da investida, por exemplo, concede a Udyr ainda mais velocidade de movimento e imunidade a Controle de Grupo por um curto período.

Este poder foi concedido a Udyr pela Irmã Foca, uma semideusa brincalhona e poderosa que não deixa pedra sobre pedra. Disfarçada como uma mulher velha e estranha, a Irmã Foca desafiou Udyr a completar tarefas impossíveis, e ele inevitavelmente falhou em todas elas. Mas ela se deleitou com seus esforços e lhe deu sua bênção — a capacidade de amplificar todas as suas posturas.

"Udyr tem esses dois tipos de poder como Andarilho Espiritual: o primeiro é um poder empático com o qual ele pode ouvir e entender os desejos e necessidades dos espíritos ao seu redor, e o seu outro poder é canalizar os animais espirituais", diz a escritora de narrativas Dana Luery "griddlebones" Shaw.

"E quando Desperta cada postura, ele está acessando esse poder que lhe foi concedido como uma benção pela Irmã Foca disfarçada."

08232022_UdyrVGUArticle_04Stances.jpg

Udyr, o mais poderoso Andarilho Espiritual vivo, procura preservar o equilíbrio em Freljord, um conceito que ele nunca teria entendido completamente se não tivesse deixado sua terra natal. Durante seu treinamento com Lee Sin, Udyr testemunhou a cooperação e a harmonia que mantinham o equilíbrio em Ionia. Isso o levou a compreender que a receita para o equilíbrio em Freljord era uma fera diferente, que subsistia em conflito constante.

Enquanto os avarosianos tentam unir as tribos de Freljord, Udyr acredita que isso romperia o equilíbrio da terra. Udyr não defende a guerra, mas acha que o futuro de Freljord depende do conflito e da luta que são inerentes à vida em um ambiente tão brutal. Os animais, espíritos e pessoas de Freljord devem ser pressionados e desafiados para evoluir e manter esse equilíbrio. Essa crença levou Udyr a oferecer sua sabedoria à Garra do Inverno e a Sejuani, a fim de impedir os avarosianos.

Semelhante à mecânica de jogo do Udyr, havia uma base muito boa para trabalhar a parte da narrativa. Griddlebones diz que teve uma base sólida nos contos escritos por Michael "SkiptomyLuo" Luo e Odin Austin Shafer — mas ainda havia muito trabalho a ser feito para trazer a história de Udyr ao que ela é hoje.

"Muito disso girava em torno da estrutura que já existia", diz griddlebones. "Agora sabemos um pouco mais sobre sua juventude e seu relacionamento com a Garra do Inverno. Sabemos um pouco mais sobre o tempo que passou em Ionia e o tempo que passou com o Lee Sin. Sabemos mais sobre as pessoas que ele amou e as pessoas que ele deixou para trás."

Filho de Freljord

A equipe queria garantir que o tipo corporal, penteado e roupas do Udyr realçassem quem ele nasceu para ser: um xamã guerreiro com experiência em artes marciais; um selvagem recluso que ouve os sentimentos e as vozes ininterruptas dos animais espirituais ao seu redor; um sobrevivente corpulento e forte.

Ele não tem o corpo de fisiculturista do Olaf, nem a barriga do Gragas. Ele é um homem selvagem, forte, corpulento e peludo, que é capaz de sobreviver aos mais severos elementos da natureza freljordana. Basicamente, ele é imparável.

08232022_UdyrVGUArticle_05UdyrOrtho.jpg
O cinto e as faixas nas mãos do Udyr vêm do tempo que ele passou treinando em Ionia com o Lee Sin

"A personalidade, o corpo e a mentalidade de Udyr foram moldados pela brutalidade, ferocidade e dureza de Freljord", diz o artista conceitual sênior Justin "Riot Earp" Albers. "Mas a humildade e a simplicidade de sua aparência escondem o verdadeiro poder que ele dominou por meio de treinamento e disciplina."

Udyr carrega talismãs relacionados a cada semideus, que o ajudam a se concentrar em sua canalização e acessar os espíritos certos — os espíritos que ele sabe que o servirão melhor na batalha (e no Rift). Ele usa um bracelete de garra de urso, uma presa de javali pendurada em seu cinto, uma fivela com a insígnia do carneiro e uma pena de criofênix no cabelo. E as faixas em suas mãos vêm do tempo que ele passou treinando em Ionia com o Lee Sin, um presente de despedida que ele prometeu devolver pessoalmente um dia.

A equipe tentou adicionar uma floreada extra aos visuais do Udyr, mas em alguns casos não funcionou. Inicialmente, a equipe havia incluído um par de chifres, estudando como eles poderiam mudar com cada postura, seja incandescendo em chamas, congelando ou se transformando em metal. Mas, no fim, eles decidiram descartar a ideia por uma questão de clareza.

"No papel, os chifres pareciam superlegais, mas quando testamos no jogo, eles simplesmente não ficavam tão bons", explica Riot Earp. "Foi meio que um obstáculo para ele se movimentar e lutar com coisas espaçosas saindo dos ombros. Eles pareciam legais no conceito, mas no jogo eles apenas atrapalhavam seu movimento e legibilidade."

08232022_UdyrVGUArticle_06antlers.jpg
Conceitos iniciais que incluíam os chifres de Udyr

A equipe também reformulou os efeitos visuais do Udyr para transmitir seu poder e personalidade, inspirando-se nas suas tatuagens, nas suas ilustrações de carta no Legends of Runeterra e nos efeitos visuais de jogos de luta.

O artista de efeitos visuais Luis "Riot Bloois" Aguas teve que primeiro criar uma base sólida para o estilo visual de Udyr, antes de passar para as posturas. "O Udyr é mecanicamente simples, e eu precisava comunicar visualmente apenas as coisas importantes que quem joga como ou contra Udyr precisa saber para que possa identificar facilmente o que está acontecendo", diz Riot Bloois.

08232022_UdyrVGUArticle_07StormMelee.gif

08232022_UdyrVGUArticle_08ClawMelee.gif

Em seguida, criar os efeitos visuais para cada uma das posturas do Udyr era como trabalhar em quatro Campeões de uma vez, enquanto mantém tudo em um grande pacote de coesão.

"Embora a cor seja o aspecto mais comum para diferenciar as posturas, eu precisei me basear na linguagem de forma para fazer com que cada postura fosse única", explica Riot Bloois. "Eu foquei em cores fortes e arrojadas, e uma linguagem de forma robusta para conciliar com seu design narrativo e dublagem."

08232022_UdyrVGUArticle_09ClawStance.gif

08232022_UdyrVGUArticle_10MantleStance.gif

08232022_UdyrVGUArticle_11StampedeStance.gif

08232022_UdyrVGUArticle_12StormStance.gif

Não dá para enfatizar o suficiente quantos Rioters ao redor do mundo trabalharam na AVM do Udyr, reimaginando e redesenhando visuais, mecânica, narrativa, design de som e muito mais, não apenas para o modelo básico, mas também para suas muitas skins. Guardião Espiritual agora é a skin Ultimate mais ultimate que existe, Udyr Faixa Preta ganhou uma repaginação magistral e, sim, Certamente não é o Udyr continua bem pateta.

08232022_UdyrVGUArticle_13DefNotBoar.jpg

Nossa maior esperança é que tanto os jogadores de longa data do Udyr quanto quem nunca mudou de postura na vida apreciarão o amor e a atenção que foram dedicados a este projeto.

"Quero que os jogadores sintam que o Udyr sobre quem eles leram ganhou vida", diz griddlebones. "E que é com ele que eles estão jogando."


Tag:




  • Copiado para a área de transferência

Artigos relacionados
Artigos relacionados