Dev
Visões de Balanceamento, 10/09

A Equipe de Análise de Jogo: quem somos e o que fazemos

DevAutorRiot Afic
  • Copiado para a área de transferência

Aí, galera! Vim falar sobre a Equipe de Análise de Jogo (antes chamada de Equipe de Teste de Jogo)! Colaboramos com os desenvolvedores de mecânica de jogo e temos o papel de entender como a comunidade jogadora pode aproveitar conteúdos novos, como Campeões, itens, runas etc., e como cada mudança pode impactar o LoL como um todo. Vira e mexe me perguntam: "Ah, então te pagam pra ficar jogando o dia todo?". Apesar de jogar com certeza ser boa parte do trabalho, o que realmente fazemos é analisar a mecânica de jogo, e os testes são apenas uma das nossas várias ferramentas (daí o nome novo). Se querem saber como descobrimos o impacto dos conteúdos antes que sejam lançados, essa publicação é pra vocês!

E se, por exemplo, o ativo da Garra do Espreitador fosse um teleporte em vez de um avanço? Bom, no começo do desenvolvimento, era mesmo, e nossa tarefa foi prever como poderia ser usado nos meses após o lançamento. Vejam como foi o processo:

Teorização

  • Primeiro, cogitamos quais Campeões seriam mais dominantes com a Garra do Espreitador. O Pyke logo passou pela nossa cabeça, já que daria para fazer um combo do ativo do teleporte com o E dele, garantindo um atordoamento com poucas contrajogadas e um Tempo de Recarga relativamente pequeno.

Testes

  • Em seguida, testamos o combo no jogo para avaliar o poder dele. Colocamos nosso jogador Desafiante de Pyke à prova e vimos do que ele seria capaz. (O ranque médio da equipe gira em torno do Diamante 2.).

Análise

  • Depois que vimos a Garra do Espreitador em ação, assistimos a replays e identificamos os momentos em que o impacto do item foi evidente, criando vários cenários como este:

Feedback

  • Por fim, apresentamos nossas observações ao designer original e discutimos as implicações. Decidimos que o combo anulava contrajogadas para o E do Pyke com muita facilidade e poucas desvantagens. (O Flash, por exemplo, pelo menos tem um Tempo de Recarga maior.)Além disso, era difícil rastrear os movimentos do usuário da Garra do Espreitador. Imaginamos que pessoas mais habilidosas teriam muito mais chances de sucesso com ela que o restante da comunidade. O Pyke é só um exemplo dos Campeões que poderiam abusar do item — imaginem como o teleporte se encaixaria em outros combos, como o da ult do Lee Sin ou o do E da Poppy —, mas é o que mais representa o tipo de mecânica de jogo da qual queremos proteger a comunidade. Sendo assim, o designer da Garra do Espreitador trocou o teleporte por um avanço.

De novo e de novo

  • Depois de identificar um padrão que não queríamos no jogo, tivemos que testar a nova iteração da Garra do Espreitador, então recomeçamos o ciclo para cogitarmos ainda mais desfechos. Repetir o processo várias vezes evidencia facetas diferentes do problema, ajudando-nos a entender o impacto que pode ser causado no LoL.

Resumindo: identificamos riscos e situações de uso de Campeões, itens ou runas novos. Às vezes, as pessoas acabam perguntando: "Por que não perceberam x?" ou "Como deixaram y ser lançado?". Costumamos incentivar a equipe de designers a correr riscos apropriados para que o LoL continue evoluindo. Nem sempre dá certo, mas, se não nos arriscarmos, o jogo ficará estagnado num piscar de olhos. Em se tratando de coisas menores, como um nerf em um Campeão numa atualização comum, geralmente só conferimos efeitos colaterais ou opinamos se as mudanças são brandas ou pesadas demais. Essas modificações pequenas servem como ajustes de baixo risco em um Campeão ou item, não exigindo muita avaliação.

Já para ideias maiores, como a mecânica de ressuscitação do Akshan, precisamos de análises mais profundas. Não cabe a nós ditar o que os designers podem ou não fazer; eles sempre tentarão inovar o LoL. Nosso trabalho é antecipar como as novidades vão se encaixar no ecossistema. Em outras palavras, apontamos os riscos e como estes podem se manifestar ao projetarmos como a ideia pode se desdobrar dali a seis meses, assim que a comunidade jogadora pegar o jeito dela.

Então, é, isso resume grande parte do trabalho da Equipe de Análise de Jogo! Se alguém aí for do Diamante e adorar pensar e falar sobre o LoL, talvez queira se juntar a nós. Fiquem de olho nas vagas de trabalho aqui!



  • Copiado para a área de transferência