Dev
Visões de Balanceamento 17/12: o que vem por aí?

Confira os planos de mecânica de jogo de curto e longo prazo de SRT para o início da Temporada 2022!

DevAutorRiot Axes
  • Copiado para a área de transferência

Fala, galera. Aqui é o Riot Axes e vim falar sobre os próximos planos para mecânica de jogo. A pré-temporada 2022 parece bem estável e, já que o ano está acabando, é um bom momento para falar sobre algumas coisas que pensamos para o ano que vem.

Planos de curto prazo

Grande parte da pré-temporada 2022 parece ter sido bem aceita. O Dragão Hextec está em boas condições e, depois de alguns ajustes, as Recompensas de Objetivo estão consistentes. Mas ainda estamos monitorando ativamente o terreno do Dragão Quimtec e Alma de Dragão. Com base em nossas observações, implementamos uma pequena alteração na atualização 12.1, adicionando plantas Florividentes em locais que devem melhorar a experiência da equipe de defesa na sua própria selva. A gente sabia que o Dragão Quimtec seria uma adição incrível, e vamos continuar de olho nele.

Também estamos de olho em muitas outras áreas do jogo. Na atualização 12.1, mudaremos bastante o Feitiço de Invocador Teleporte. Antes dos 14 minutos, o novo Teleporte vai apresentar um tempo de recarga mais longo, podendo alvejar apenas torres. Após 14 minutos, o tempo de recarga será reduzido, podendo alvejar os mesmos objetos que consegue atualmente. Na temporada 2021, o Teleporte tinha muita influência do início de jogo nos resultados de outras rotas. Nosso objetivo é limitar essa influência e eliminar alguns casos problemáticos e extremos, mantendo sua capacidade de estabilizar a perda de rotas, permitir investidas no meio/fim de jogo e criar oportunidades de entrada pelos flancos.

Também queremos alterar alguns itens de Lutador. Especificamente, Sinal de Sterak se tornou uma aquisição universal, acabando com as diferenças entre brutamontes (como Darius ou Illaoi) e lutadores leves (como Fiora ou Irelia). Também estamos trabalhando em outros itens, possivelmente Mandíbula de Malmortius e Dança da Morte, para que os Campeões que saírem de Sterak tenham alternativas adequadas. Ainda não sabemos a data de lançamento, mas com certeza será no primeiro semestre de 2022.

Também estamos trabalhando em alguns ajustes graduais nos Campeões. Nossos dois próximos projetos são Janna e Ahri, no começo do ano, duas Campeãs populares que ficaram desfavorecidas ultimamente. Essas alterações serão menores que o rework para Tahm Kench, mas ainda assim, importantes (como a atualização recente de Lucian). Esse tipo de trabalho deu certo até agora, então manteremos o processo no ano que vem, definindo melhor nossos objetivos e como faremos nossas escolhas. Em breve falaremos mais sobre isso.

Investigações de longo prazo

A longo prazo, analisaremos alguns espaços maiores. Mas lembrem-se que estamos pensando sobre esses espaços de maneira muito vaga, sem nenhum rumo definido ainda. Estamos apenas compartilhando a novidade para vocês terem uma ideia do que está passando pela nossa cabeça. Não estamos prometendo nada específico.

Antes de tudo, vamos cuidar do dano explosivo. Estamos analisando como e quando os grandes danos explosivos ocorrem, e o efeito deles na mecânica de jogo. Queremos que o jogo continue empolgante, mantendo a tomada de decisões importantes, mas também queremos garantir que as batalhas sejam razoavelmente compreensíveis e que ainda seja possível fazer contrajogadas. Apenas começamos a fazer essa pesquisa, mas achamos que as mortes por explosão acontecem com muita frequência e rapidez. Uma opção seria reduzir os danos causados, pelo menos em algumas condições, provavelmente do meio ao fim da partida, quando se joga contra Campeões com defesas muito baixas. Isso não significa que vamos excluir os assassinos, nem nada do tipo. É uma questão delicada, e é por isso que vamos analisar os dados com calma. Só para lembrar, ainda não garantimos nenhuma entrega nesse sentido. E mesmo se fizermos, o objetivo não é garantir que você nunca vai sofrer um só golpe, forçar um "meta com tanque", nem outra ideia maluca.

Além disso, acreditamos que nesse momento sistemas como itens e runas proporcionam muita cura e sustentação. Trabalhamos para resolver isso durante o ano de 2021, mas ainda estamos longe de onde queremos chegar. Ainda não definimos os detalhes, como se as mudanças na cura sistêmica devem acontecer de uma só vez ou gradualmente, ao longo do tempo. A resposta depende parcialmente do que faremos com o dano explosivo, pois quanto mais tempo ele demorar para abater os Campeões, mais poderosa será a sustentação.

Por enquanto é só! Futuramente vou falar sobre coisas mais diretas e com um âmbito mais amplo, como o novo Designer-Chefe de Mecânica de Jogo. Espero que todos tenham um feliz ano novo!



  • Copiado para a área de transferência