Dev
Visões de Balanceamento, 23/07

Por que Akshan pode ressuscitar?

DevAutorJag
  • Copiado para a área de transferência

E aí, gente? Aqui é o Jag. Antes de me tornar o designer-chefe de jogo da equipe de Summoner's Rift, eu era designer de Campeões. O último projeto em que trabalhei foi o do Akshan (com o Riot Twin Enso)e estou aqui para falar um pouquinho sobre ele.

Akshan é um assassino atirador da rota do meio, projetado para jogar agressivamente no início do jogo, movimentando-se pelo mapa e lutando. Suas vantagens propositais são:

  • Flanqueio estratégico e acesso ao alvo por sua furtividade e mobilidade com o gancho.
  • Pressão de abates de longo alcance com a ultimate.
  • Capacidade única de reviver aliados abatidos.
  • Grande independência com seu Escudo e capacidade de escolher iniciações de confronto.
  • Forte dano explosivo, especialmente em efeitos bola de neve.
  • Oportunidades de movimentação no mapa acelerada pela Velocidade de Movimento aumentada ao caçar Canalhas.

Suas desvantagens propositais são:

  • A capacidade de ressuscitação exige que ele abata um inimigo (normalmente o mais perigoso).
  • Suas defesas reativas são baixas, especialmente contra combatentes corpo a corpo agressivos, que podem bloquear seu arpéu com o corpo.
  • Sua sustentação de DPS é a mais fraca entre os atiradores.
  • Seu Alcance de Ataque é o menor entre os atiradores.
  • Seu dano cai significativamente ao longo do jogo.
  • Seu dano é muito pouco confiável em confrontos de equipe.
  • Não tem Controle de Grupo e acrescenta pouco valor à equipe quando fica para trás.

Mas não é por isso que estamos aqui. A pergunta que não quer calar é: vocês têm alguma ideia do quanto esse poder de ressuscitação é poderoso?

E a resposta é: claro que não.

E é essa a questão.

Nosso trabalho como designers de Campeões é criar novos personagens que trarão aspectos únicos, inovadores e divertidos para a comunidade. E é essa comunidade que decide se obtivemos sucesso ou não ao criar um Campeão, se vale a pena dedicar horas a descobrir como jogar com ele e aprimorar suas habilidades. Eu diria mais: acho que nossos melhores Campeões são aqueles que só são otimizados pela comunidade. Se nossas equipes pudessem otimizar perfeitamente um Campeão só com os testes internos, não faria sentido. Para mim, acompanhar vocês finalmente jogando com um Campeão é a parte mais legal do projeto, quando descobrem os esquemas do Campeão e os novos especialistas nele nos mostram
algo novo.

Então, não, não temos plena certeza do quanto essa ressuscitação é poderosa. Em alguns momentos, Akshan ressuscitará só um aliado, que acabará morrendo novamente. Em outros, ele virará o jogo abatendo um Canalha que acabou de obter um Quadra Kill, ressuscitando a equipe inteira, que marchará triunfante rumo ao Nexus. Só sabemos do tamanho do potencial que essa mecânica pode ter, o que nos fez colocar restrições nesse efeito (como remover todas as marcas de Canalha após abater o primeiro), mas não sabemos exatamente o tamanho desse poder até que ele entre no ambiente de jogo.

A próxima pergunta aqui é: por que fazer algo tão arriscado? E nossa resposta é exatamente porque todo design de um novo Campeão tem algo único, divertido e novo. Mesmo quando o novo fator desconhecido não é algo tão gritante como uma ressuscitação, vocês merecem mais do que uma repetição de Campeões na mesma função, com o mesmo padrão e as mesmas itemizações. Se não nos arriscássemos, não teríamos um suporte com uma ultimate de execução que se redefine, um atirador que precisa parar para recarregar ou um samurai de vento que se protege de tiros. Além disso, uma das principais identidades do LoL é a mudança, e isso se aplica a como projetamos, não só ao projeto em si. Produzimos conteúdos e às vezes obtemos sucesso, às vezes não. Quando falharmos, realizaremos mudanças e continuaremos tentando corrigir até que as coisas se encaixem.

A última pergunta que escutamos com frequência é: ''Por que o Akshan tem esse tipo de ressuscitação em vez de alguém da função de suporte? Queria que ele tivesse mais poder de luta".A primeira resposta, em relação à nossa exploração do espaço de utilidade da equipe, é que condiz com a personalidade de Akshan. Ele é um herói complexo em uma jornada para encontrar uma forma de fazer parte do mundo. Akshan passou a vida toda sozinho, mas agora quer viver de uma forma que lhe permita criar laços com as pessoas e ajudá-las, mesmo que realizar isso cobre um preço muito alto dele.

Mas é claro que a resposta vai muito além disso, já que a ressuscitação tem que fazer sentido em relação à mecânica de jogo. A comunidade fala muito a respeito de Campeões que não são só divertidos de se jogar como, mas também de se jogar contra. Resumimos isso nas duas listas mais acima e esperamos que ainda haverá muita discussão em razão disso, mas também quero falar da experiência de criar o Akshan como um Campeão com o qual é divertido de se jogar.

O LoL é um jogo cooperativo. Vencer exige trabalho em equipe. Ao criarmos um modelo de personagem extremamente egoísta (mistura de Assassino E
Atirador), encontrar um modo de fazê-lo contribuir com a equipe e que condiga com a forma como ele é projetado para ser jogado foi um baita desafio. É muito importante que, quando virem Akshan no território inimigo caçando um Canalha inimigo em vez de se agrupar, saibam que ele ainda faz parte da equipe e que podem torcer pelo sucesso dele, já que isso beneficiará todos os aliados.

Em resumo, a ideia de caçar Canalhas para ajudar sua equipe em vez de só aumentar seu AMA é uma das principais vantagens únicas que Akshan tem a oferecer. Parafraseando aquela célebre frase de Henry Ford: se eu tivesse perguntado [aos assassinos] o que eles desejavam, teriam respondido [matar melhor os mais frágeis]. Nem todo Campeão fará os olhos de todos brilharem, mas acredito de verdade que muitas pessoas vão adorar jogar com um atirador-assassino que procura ajudar a equipe. Essa é uma nova experiência para o LoL e é por isso que vale a pena implementá-la.



  • Copiado para a área de transferência